História. Igreja do Nazareno

Como nasceu a Igreja do Nazareno.

Após consulta do Trabalho Científico apresentado no Instituto Superior de Educação para obtenção do grau de Licenciatura em Ensino de História, Sob orientação do Dr. José Évora.

2.1.1 União de grupos de Santidade e a Organização da Igreja do Nazareno.
Nos anos de 1890 despontou uma nova onda de grupos de Santidade independentes.
Estes incluíam Igrejas independentes, missões urbanas, casas de socorro a necessitados, associações missionárias evangelísticas.

Essas denominações constituíram o que veio a chamar-se o Movimento de Santidade.

Este se dividiu em duas alas: a direita composta pelos que aderiram estritamente à doutrina Wesleyana da inteira santificação, e a ala esquerda, integrada pelos que ensinavam que o crente não é baptizado com o Espírito Santo, a menos que exiba evidências externas como: o falar em línguas.

Alguns entre o povo envolvido nestas organizações suspiravam por uma união que produzisse uma Igreja Nacional de Santidade. Houve a organização de muitas Igrejas de santidade durante este período (século XIX):

  • Em 1888 – O Reverendo Howard Davis organiza uma missão em Lynn. No mesmo ano os Reverendos Thomas e Denis Rogers organizam em Texas a primeira Igreja de Santidade;

 

  • Em 1890 – A Igreja do Povo de Rhode Island e a Missão de Lynn se uniram formando a Associação Evangélica Central de Santidade;

 

  • Em 1894 – O Reverendo Hoople organiza o Tabernáculo Pentecostal em Brooklin.
    Também nesse ano a Igreja de Cristo do Novo Testamento surge em Tennesse.

 

  • Em 1895 – O grupo anterior e outras congregações formaram o corpo das Igrejas Pentecostais da América;

 

  • Em Outubro de 1895 – Organiza-se a primeira Igreja do Nazareno por Phineas F. Bresee, doutor em divindade e Joseph Widney, médico, com cerca de cem outras pessoas, bem como alguns membros das duas famílias, em Los Angeles, até Chicago.

Desde o princípio, viram esta Igreja como a primeira de uma denominação que pregava a realidade da inteira santificação recebida pela fé em Cristo.Mantiveram que os cristãos santificados pela fé devem seguir o exemplo de Cristo e pregar o evangelho ao pobre. Adoptaram: regras gerais, uma declaração de fé, uma estrutura baseada numa superintendência limitada, princípios para a consagração de diaconisas e a ordenação de presbíteros, bem como um ritual.

Todos estes foram publicados como um Manual, começando em 1898. A Igreja do Nazareno expandiu-se principalmente ao longo da costa ocidental e outras paragens.

  • Em 1896 – Em Brooklin, Nova York, deu-se a associação das Igrejas Pentecostais da América com a Associação Evangélica Central da Santidade.

 

  • Em 1898 – O Reverendo McClurkan organiza a Missão Pentecostal em Nashville, Tennesse.

 

  • Em 1901 – O Reverendo Jernigan organiza a Igreja Independente de Santidade em Texas.

 

  • Em 1905 – A Igreja de Cristo do Novo Testamento e a Igreja Independente de Santidade unem-se em Pilot Point, Texas, formando a Igreja de Cristo de Santidade.

 

  • Em 1907, durante uma Assembleia Geral27 que ocorreu, em Chicago, deu-se início a um processo de união entre, a Associação das Igrejas Pentecostais da América (1895) e aIgreja do Nazareno (1895). Estas duas Igrejas foram levadas à uma associação mútua pelo Reverendo Ruth, nomeado Superintendente Geral assistente da Igreja do Nazareno, que tinha extensos laços de amizade com estes, através do movimento Wesleyano de Santidade.

 

Delegados da Associação de Igrejas Pentecostais da América e da Igreja do Nazareno reuniram-se em Assembleia-geral, em Chicago, de 10 a 17 de Outubro do mesmo ano: “Os grupos em processo de união concordaram quanto a um governo da Igreja que equilibrava a necessidade de uma superintendência com independência de congregações locais. Competia aos superintendentes nutrir e cuidar de Igrejas já organizadas e estimular a organização de Igrejas em toda a parte, mas a sua autoridade não devia interferir com as acções independentes de uma Igreja totalmente organizada”.

 

Dessa união, a Assembleia Geral concordou em adoptar o nome de “Igreja Pentecostal da Igreja do Nazareno”, para o corpo resultante de ambas as organizações. Phineas Breese e Hiram Reynolds foram eleitos superintendentes gerais: o Dr. Bresee para o grupo do Oeste e o Dr. Reynolds para o grupo do Leste.

 

Durante o ano seguinte, ocorreram dois novos adicionamentos. Em Abril de 1908, Bresee organizou a congregação da Igreja Pentecostal do Nazareno em Peniel, Texas, que trouxe á Igreja figuras proeminentes da Associação de Santidade do Texas e abriu a porta de entrada a outros membros. Em Setembro, a conferência de Santidade da Igreja Cristã de Pensilvânia dissolveu-se e, sob a liderança de Trumbaur, uniu-se á Igreja Pentecostal do Nazareno.

 

A segunda Assembleia Geral da Igreja Pentecostal do Nazareno reuniu-se em sessão conjunta com o Conselho Geral da Igreja de Cristo de Santidade (1905), de 8 a 14 de Outubro de 1908, em Pilot Point, Texas.

Durante este período vários pontos de diferença foram discutidos. O Reverendo Mitchum, presidente da Igreja de Cristo de Santidade, propôs a consumação da união.

 

O ano do processo de união culminou numa manhã de terça-feira (A proposta foi votada e aceite, às 10:40 da manhã, por voto unânime do povo), 13 de Outubro, quando se consumou a união das duas Igrejas (A Igreja de Cristo da Santidade e a Igreja Pentecostal do Nazareno).

 

Este facto marca o início oficial do que conhecemos hoje como Igreja do Nazareno.

 

Relativamente a mudança de nome, a Assembleia Geral de 1919, em resposta a memoriais ou propostas de Assembleias Distritais, mudou oficialmente o nome da organização para Igreja do Nazareno, em vista do novo sentido que fora associado ao termo.

Todo este texto tem base no O PERCURSO HISTÓRICO DA IGREJA DO NAZARENO EM CABO VERDE

NOTAS:

Por ocasião da guerra civil norte-americana (1861-1866), milhares de pessoas, espalhadas por todo o território, reuniram-se em orações.

O estado de depressão moral, a oposição à escravatura que não podia ficar totalmente satisfeita com a guerra civil, movimentos contra a intemperança, a profanação do Sábado e o abandono a que os pobres foram votados, tudo isso inspirou centenas de Cristãos a procurarem a santidade de coração e vida.

Entre os muitos pastores e leigos metodistas interessados e envolvidos na campanha de restauração da experiência Wesleyana da Santidade de Vida, destaca-se a senhora Phobe R. Palmer com as suas reuniões das terças-feiras, para promoção da santidade. Sob a sua influência, centenas de pregadores metodistas, incluindo dois bispos, foram santificados. 21 O que deu mais importância á história da santidade é que a Igreja Metodista tomou em conta as várias outras denominações. Entre os fundadores da Igreja do Nazareno, por exemplo, William Howard Hoople foi baptista, Edward Walker e McClurkan, foram presbiterianos, Hills e George Sharps, foram Congracionalistas.

 

Todos os grupos que se uniram para formar a Igreja do Nazareno pertenciam a ala direita. Desse impulso, nasceu mais tarde o que é hoje a Igreja do Nazareno. É importante mencionar que a formação da Igreja do Nazareno está intimamente ligada à evolução e missão da Igreja Metodista fundada por João Wesley. O Movimento de santidade fomentou o nascimento de grupos radicais e mesmo dentro da Igreja Metodista alguns acontecimentos foram decisivos.

Divergências de opiniões fizeram com que muitos saíssem e procurassem novas denominações; entre estes podemos dar o exemplo do Reverendo Breese que mais tarde participaria na organização da primeira Igreja do Nazareno. Designação dada a mulher que na Igreja Primitiva, exercia certas funções em actos religiosos. Também é a designação concedida a mulher do diácono (indivíduo que na Igreja Primitiva era encarregado da distribuição dos fundos comuns aos fieis cristãos. Hoje esta denominação refere-se ao clérigo que tem a segunda das ordens sacras.

 

O Manual da Igreja do Nazareno é a afirmação Oficial conjunta de Fé, conduta e governo da Igreja e dos seus seguidores. Ela é elaborada pela Assembleia Geral, que a delibera de quatro em quatro anos.

 

A  Assembleia Geral é o corpo supremo na formulação de doutrinas e leis da Igreja do Nazareno. É a autoridade máxima da Igreja do Nazareno, no que diz respeito á expressão de doutrina, Legislação e eleições, sujeita ás provisões da Constituição da Igreja.

Ela é presidida pelos Superintendentes Gerais e nela encontra-se representada todos os Distritos, através dos seus representantes. Ela elege seus demais oficiais e organiza-se para tratar de seus negócios e uma das suas funções de destaque é que é ela quem delibera acerca do Manual da Igreja. A Assembleia Geral é o único órgão que pode fazer mudanças na Constituição da Igreja. Igreja do Nazareno. Manual/ 2001-2005 – Igreja do Nazareno. Estados Unidos da América. Casa Nazarena de Publicações. 2001.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

pt Português
X
%d bloggers like this: